logowhite

A CLÍNICA

A Clinirim – Clínica do Rim e Hipertensão Arterial – é uma empresa de saúde, composta de uma equipe multidisciplinar, comprometida com as necessidades dos pacientes portadores de doença renal.

Desde 1991, vem sendo marcada pela superação de desafios e pela missão de bem cuidar dos portadores de doença renal, agregando conhecimento e eficiência com o objetivo de definir a melhor estratégia terapêutica.

clinirim florianopolis

VISÃO

Ser uma clínica no Estado de Santa Catarina, buscando contínua e progressivamente:

– O Melhor para os portadores de doença renal

– Alcançar a satisfação do cliente

– Contribuir com a qualidade de vida por meio da promoção, prevenção e assistência ao doente renal

UNIDADE HOSPITALAR

Possuímos uma unidade localizada no Imperial Hospital de Caridade.

UNIDADE SATÉLITE

Nossa unidade satélite está localizada próxima ao Hospital de Caridade, na rua Menino Deus, 166.

VALORES

– Qualidade de vida

– Responsabilidade social e ambiental

– Comprometimento de buscar atualização constante visando a fornecer a melhor alternativa de terapia renal substitutiva

– Atuar com responsabilidade ética e integridade

– Valorizar o ser humano

– Harmonia no trabalho de equipe em prol do bem-estar de quem precisa de ajuda

– Transparência nas relações pessoais e profissionais

aparelhos hemodiálise rim clinirim

tecnologiaTRATAMENTOS

Os rins têm a função de eliminar substâncias tóxicas do organismo através da urina. Participam também da excreção de água e de sais minerais, do controle da acidez do sangue e da produção de hormônios. Quando os rins sofrem de alguma doença crônica que leve à perda de suas funções, dizemos que há insuficiência renal crônica. Isso pode ocorrer, por exemplo, em pacientes com hipertensão arterial mal controlada, diabetes de longa duração, glomerulonefrite crônica, rins policísticos, entre outras causas.

Nesta situação, o paciente geralmente apresenta sintomas como fraqueza, perda de apetite, náuseas, vômitos, inchaços, palidez, falta de ar, anemia e alterações nos exames de sangue (aumento de ureia, creatinina, potássio, etc.). É preciso, então, substituir as funções dos rins realizando um transplante renal, ou através da diálise. Existem os seguintes tipos de diálise:

HEMODIÁLISE

A hemodiálise vai promover a retirada das substâncias tóxicas, água e sais minerais do organismo através da passagem do sangue por um filtro. Para que o sangue passe pela máquina é necessário a colocação de um cateter ou a confecção de uma fístula, que é um procedimento realizado mais comumente nas veias do braço, para permitir que estas fiquem mais calibrosas e, desta forma, forneçam o fluxo de sangue adequado para ser filtrado.

DIÁLISE PERITONEAL

A diálise peritoneal, é utilizado o peritônio, que é uma membrana localizada dentro do abdômen e que reveste os órgãos internos. Através da colocação de um cateter flexível no abdômen, é feita a infusão de um líquido semelhante a um soro na cavidade abdominal. Este líquido, que chamamos de banho de diálise, vai entrar em contato com o peritônio e por ele será feita a retirada das substâncias tóxicas do sangue. Esse processo é realizado de uma forma contínua, e é conhecido por CAPD, sigla em inglês que significa diálise peritoneal ambulatorial contínua.

DIÁLISE PERITONEAL AUTOMÁTICA

Outra forma de realizar a diálise peritoneal, conhecida por DPA, ou diálise peritoneal automática. Esta terapia funciona de forma semelhante à CAPD, ou seja, também se baseia na infusão e drenagem do banho de diálise na cavidade abdominal. Entretanto, ao invés das trocas serem efetuadas ao longo do dia, estas são realizadas à noite, enquanto o paciente está dormindo, de forma automática, com o auxílio de uma máquina conhecida como cicladora, ser método mais suave, proporciona também maior preservação da função renal residual.

Não existe um tipo de diálise melhor do que a outra. Entretanto, de acordo com as condições clínicas de cada caso, pode haver preferência por ou outro método. Quem decidirá sobre a escolha do tratamento é o médico, em conjunto com o paciente e sua família.

água importante para os rins

A água é fundamental para o equilíbrio do organismo.
Repõe a energia, favorece o funcionamento adequado
de músculos, nervos e intestino, e tem efeitos
benéficos para a pele, por hidratar e eliminar
as toxinas resultantes da queima das células.

A hidratação é a principal maneira de se proteger
da formação de um cálculo no rim.
Quanto mais água bebermos, mais
o nosso sangue circulará e ficará
diluído, facilitando o trabalho dos
rins na hora de excretar nutrientes
que não são mais necessários
em nosso organismo.

equipeEQUIPE

Equipe multidisciplinar composta por seis médicos nefrologistas, cinco enfermeiros nefrologistas, nutricionista, psicóloga, assistente social e uma experiente equipe de mais de vinte técnicos de enfermagem preparados para atender ao paciente com máximo cuidado, segurança e atenção.

Nefrologistas:

Dr. Sérgio Luiz Francalacci – CRM/SC 382 – R. Técnico

Dra. Luciane Terezinha Ramlow – CRM/SC 4768

Dr. Luis Freyesleben Ferreira – CRM/SC 4358

Dr. Sidney Pereira Dachi – CRM/SC 3512

Dr. Silvio Schmitz – CRM/SC 2017

Dra. Eloisa Rosso dos Santos – CRM/SC 15066

equipe hemodiálise clinirim florianópolis

ESPECIALIDADES

Realizamos atendimentos e consultas em Nefrologia e Hipertensão Arterial, onde nossos pacientes recebem toda atenção e cuidado através da nossa experiente e qualificada equipe.

PROCEDIMENTOS

Efetuamos os procedimentos de hemodiálise,  diálise peritoneal e diálise peritoneal automática, contando com os mais modernos equipamentos disponíveis.

CONVÊNIOS

Agemed

Amil

Assefaz

Bradesco Saúde

Saúde Caixa

Cassi

GEAP

Golden Cross

Postal Saúde

SC Saúde

Sul América

Unimed

CONTATO

Unidade Satélite

Rua Menino Deus, 166
Florianópolis – SC – Brasil
+55 48 3333 2975

Unidade Hospitalar
Anexo ao Hospital de Caridade

Rua Menino Deus, 376
Florianópolis – SC – Brasil
+55 48 3222 9147

Horário de Funcionamento

Das 06:00 às 16:00 horas.